cineaula

 

Sinopse

Tendo como pano de fundo um Brasil que acaba de abolir a escravatura e proclamar a República, Helena Morley começa a escrever seu diário, revelando seu universo e o país que cresce com ela. Nessas páginas, Helena, de origem inglesa, debocha e desmascara as pretensas virtudes alheias.

 

Ela vive na cidade de Diamantina, em Minas Gerias, símbolo da era da mineração, agora em franca decadência. Ela briga para estabelecer sua liberdade e individualidade. O filme se desenrola através dos seus escritos no diário, intercalando momentos de Helena, criança, aos nove anos de idade e no presente, adolescente, no final do século XIX.

 

 

Sobre o filme

O filme é uma adaptação do livro Minha Vida de Menina, de Helena Morley, publicado em 1942, escrito com base no seu diário de adolescente. O livro imediatamente se tornou um grande sucesso, o que deixou a autora perplexa, pois acreditava que aquelas memórias de sua infância na província eram apenas registros que ficariam para suas netas. Hoje o livro se encontra na 19ª edição e já foi traduzido para o inglês (pela poeta Elizabeth Bishop), francês e italiano.

 

O filme acompanha a vida de Helena de 1893 a 1895, período em que a abolição da escravatura era novidade e a república brasileira engatinhava. Foi inteiramente rodado na cidade de Diamantina (Minas Gerais). A cidade está tombada e é hoje considerada Patrimônio da Humanidade, o que facilitou as filmagens por conservar muito do que havia na época em que Helena escreveu o diário.

 

Helena Morley é o pseudônimo de Alice Dayrell, que publicou esse único livro aos 62 anos de idade, já estabelecida no Rio de Janeiro, e casada com o seu primo – irmão Leontino.

 

Diz Helena Solberg: "Ao ler o diário de Helena Morley fiquei imediatamente convencida do grande potencial cinematográfico da obra. As imagens são vívidas e os personagens inesquecíveis. Uma grande emoção e energia permeiam o livro e o situa dentro de um contexto cultural original, mas ao mesmo tempo universal".

 

 

Sobre a diretora

Helena Solberg nasceu em São Paulo em 1944. Cineasta independente com carreira internacional, fez vários documentários sobre temas latino-americanos, bem como dirigiu filmes para HBO, Channel 4 (Inglaterra), PBS e National Geographic Television (EUA), entre outros. Seu primeiro longa metragem, Banana is my business, sobre a vida de Carmen Miranda, estreou no circuito comercial no mesmo mês em Nova York e no Brasil e foi convidado a participar em mais de 40 festivais internacionais, tendo sido premiado em Brasília, Cuba, Portugal, Chicago e Uruguai.

 

 

Premiações

  • Festival do Rio 2004 – Melhor Filme
  • 32º Festival de Gramado – Melhor Filme, Direção de Arte, Roteiro, Fotografia e Música

 

 

Ficha técnica

Drama, Brasil, cor, 2004, 101 min

Direção: Helena Solberg

Roteiro: Elena Soares e Helena Solberg

Produção Executiva: David Meyer

Co-Produção: Clélia Bessa

Fotografia: Pedro Farkas

Som direto: Paulo Ricardo Nunes

Montagem: Diana Vasconcelos

Música: Wagner Tiso

Elenco: Ludmila Dayer, Daniela Escobar, Dalton Vigh, Maria de Sá, Camilo Bevilacqua, Lígia Cortez, Lolô Souza Pinto, Benjamin Abras, Bianca Lyrio, Elvécio Guimarães, Valdete Cordeiro, Lilian Passos, Ligia Cortez, Bruna Letícia Santos, Eliane Maris, Guilherme Toledo

Distribuição: Europa Filmes / M.A Marcondes

 

 

VIDA DE MENINA

Rua Visconde de Inhaúma,134 sala 1332

Rio de Janeiro - RJ - Brasil

CEP: 20091-007

 

Tel: +55 21 2220-5711

Telefax: +55 21 2533-4683

Email: cineduc@cineduc.org.br